Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Irga firma contrato do Viveiro de Brusone

Publicação:

Área fica localizada em Morrinhos do Sul (RS)   Foto Divulgação Irga
Área fica localizada em Morrinhos do Sul (RS). Foto: Divulgação/Irga
Por Ascom Irga

O Instituto Rio Grandense do Arroz assinou, nesta semana, o contrato envolvendo a manutenção do Viveiro de Brusone da autarquia, que fica no município de Morrinhos do Sul, no Litoral Norte do Estado. A área, uma propriedade particular que é usada há décadas para os estudos do Irga, tem quatro hectares e possui as condições climáticas favoráveis para a ocorrência da doença.

“Foi muito importante assinarmos esse contrato, pois representa a continuidade de importantes estudos do Irga. Estávamos trabalhando com muito empenho para resolver essa demanda da Divisão de Pesquisa. E ficamos muitos satisfeitos de ter conseguido concluir esse processo”, acrescenta o presidente do instituto, Rodrigo Machado.

A Pesquisa do Irga utiliza o viveiro para o desenvolvimento de cultivares resistentes à doença. A resistência genética à brusone é um dos pilares do programa de Melhoramento Genético do Irga. A doença é a mais importante da cultura, sendo um dos principais fatores limitantes da produtividade.

Os danos à produção com essa doença podem chegar a 100%, dependendo da resistência genética da cultivar utilizada, da época de semeadura e das condições climáticas. Assim, o uso da resistência genética é considerado o método mais econômico e ecologicamente correto para minimizar as perdas causadas pela brusone.

“O viveiro de brusone do Irga permite que o nosso programa de melhoramento monitore a ocorrência de brusone nas cultivares comerciais e selecione linhagens resistentes para os futuros lançamentos”, explica a diretora técnica da autarquia, Flávia Miyuki Tomita.

Para saber mais sobre brusone, leia a Circular Técnica do Irga 004/JANEIRO/2020

 

Notícias

Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural