Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Monitora Ferrugem RS

monitora ferrugem
monitora ferrugem

> Consulte os dados semanais do Monitora Ferrugem RS clicando aqui <

Com a finalidade de auxiliar os produtores no manejo da Ferrugem Asiática da Soja (FAS) no Rio Grande do Sul, na safra agrícola 2019/20 a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, e a Emater/RS-Ascar em colaboração com laboratórios privados, instituições de ensino e pesquisa do Estado, iniciou um projeto piloto para o monitoramento de esporos de ferrugem asiática da soja nas regiões produtoras. Na safra agrícola 2020/21 esta ferramenta se aprimora com a inclusão de informações relativas às condições meteorológicas (precipitação pluvial, temperatura e molhamento foliar), dando início ao Programa de Monitoramento da Ferrugem Asiática da Soja no RS – Programa Monitora Ferrugem RS.

Objetivo do programa

Desenvolver uma ferramenta de suporte ao manejo da ferrugem asiática da soja nas regiões produtoras no estado do Rio Grande do Sul.

Objetivos específicos

  • Auxiliar na tomada de decisão do momento inicial da aplicação preventiva de fungicidas para o controle da FAS;
  • Contribuir para a diminuição do uso de fungicidas, dano ambiental e custo econômico das lavouras de soja;
  • Integrar as informações obtidas no monitoramento de esporos de Phakopsora pachyrhizi com o Sistema de Modelagem Numérica de Tempo e de Clima Regional (Simagro-RS), da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural para o desenvolvimento de políticas para o setor agropecuário;
  • Acompanhar o comportamento das variedades de soja plantadas no RS para identificação de eventuais “quebras” de resistência;
  • Subsidiar a pesquisa agropecuária sobre o manejo da doença.

Metodologia

O Programa Monitora Ferrugem RS tem como estratégia metodológica a detecção da presença de esporos associada às condições meteorológicas, para gerar mapas indicativos de predisposição da ocorrência da FAS e auxiliar técnicos e produtores, na tomada de decisão e adoção de medidas de manejo da doença.

Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural