Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Produtores gaúchos de arroz comemoram anúncio de abertura de mercado mexicano

Publicação:

O Rio Grande do Sul é responsável por 70% do arroz produzido no Brasil, com 12 mil produtores
O Rio Grande do Sul é responsável por 70% do arroz produzido no Brasil, com 12 mil produtores - Foto: Fernando Dias

A colheita de arroz no Rio Grande do Sul está terminando, e os dados finais devem ser anunciados ainda esta semana. Este ano, os arrozeiros comemoram o anúncio da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) , Tereza Cristina, de que o Brasil passará a exportar arroz beneficiado para o México. "O Rio Grande do Sul produz 70% do arroz nacional e ficamos muito satisfeitos e agradecidos à ministra pela abertura de mais um mercado para nossa produção", disse o secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho.

Até o último dia 10, a colheita de arroz no Rio Grande do Sul havia alcançado 7,1 milhões de toneladas, com produtividade de 7,638 kg/hectare, segundo o Instituto Riograndense do Arroz (Irga), vinculado da Seapdr. No ano passado, a safra chegou a 7,88 milhões de toneladas, com produtividade de 7,5 mil kg/hectare. A reta final coincide com a declaração da ministra, feita sábado (11), no Japão. Em contrapartida, o Brasil deverá importar feijão mexicano. A ministra destacou que todos os requisitos fitossanitários foram cumpridos pelos dois países. A venda de arroz para os mexicanos era uma demanda antiga dos produtores brasileiros, segundo a ministra.

“Quero dizer da felicidade dos nossos produtores de arroz, principalmente do Rio Grande do Sul, que esperavam por essa oportunidade de exportar arroz para o México. Recebemos o feijão mexicano para completar o nosso prato principal, o arroz com feijão”, disse Tereza Cristina, ao lado do secretário da Agricultura e Desenvolvimento Rural do México, Victor M.Villalobos. Os mexicanos importam cerca de 80% do arroz que consomem.

00:00:00/00:00:00

Ministra Tereza Cristina anunciou no Japão a abertura do mercado mexicano para o arroz brasileiro

A ministra destacou que todos os requisitos fitossanitários foram cumpridos pelos dois países. Crédito: Ministério da Agricultura

 

O Rio Grande do Sul é responsável por 70% do arroz produzido no país, com 12 mil produtores. De acordo com o presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Estado do Rio Grande do Sul (Federarroz), Henrique Dornelles, esta é uma das maiores conquistas da atual gestão da Federarroz. "Isso deverá repercutir positivamente no mercado nos próximos meses", destaca. As negociações para a abertura do mercado mexicano começaram em 2015.

Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural