Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Sementes crioulas de milho e feijão são distribuídas para 80 famílias quilombolas de Piratini

A distribuição faz parte de um programa da SEAPDR em parceria com a Emater

Publicação:

comunidade quilombola rincão da faxina
Comunidade quilombola Rincão da Faxina recebe sementes de milho e feijão - Foto: Divulgação/Seapdr

A comunidade quilombola do Rincão da Faxina, no município de Piratini, recebeu na última semana 100 kg de sementes crioulas de milho e feijão do programa de distribuição de sementes para indígenas e quilombolas da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR).

São 80 famílias que vivem nesta comunidade, que se sustenta através da economia de subsistência, plantando para o próprio consumo e para venda em feiras. “É de extrema importância para nós receber estas sementes para que a gente possa plantar para o nosso sustento e para trazer uma renda com a venda dos produtos na feira. Esta parceria com a Secretaria e a Emater nos ajuda muito”, afirma Maria Emília Soares Porto, da comunidade do Rincão da Faxina.

“A Secretaria sempre apoiou a agricultura familiar e os quilombolas do Rio Grande do Sul. Queremos cada vez mais somar esforços para que estas comunidades possam produzir com mais qualidade e trazer este alimento saudável para a mesa dos consumidores”, destaca Sérgio Dorneles, coordenador de Programas da SEAPDR da região de Pelotas.

A distribuição das sementes

Em todo o Rio Grande do Sul, indígenas e quilombolas vão receber 30 mil quilos de sementes crioulas de milho e feijão, com recursos próprios da Secretaria no valor de R$ 258.013,14.

“A distribuição das sementes para as comunidades é feita pela Emater dentro do contrato vigente entre a SEAPDR e a assistência técnica. E são eles que fazem também o acompanhamento do plantio e do cultivo, atendendo as metas do plano de trabalho estabelecido entre as duas instituições”, afirma Maurício Neuhaus, Diretor do Departamento de Desenvolvimento Agrário, Pesqueiro, Aquícola, Indígenas e Quilombolas (DDAPA) da SEAPDR.

A distribuição começou em julho e as últimas entregas aconteceram nas regionais de Erechim, Frederico Westphalen, Ijuí, Lajeado, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre e Santa Rosa. Alguns municípios devem receber as sementes em setembro. 

Notícias

Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural